Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Rodoviários cruzam os braços e ônibus ficam na garagem pelo segundo dia consecutivo - Rádio Tropical 103,7 FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 27 995251037

No comando: Parada Gospel Tropical

Das 05:00 às 07:00

No comando: Show da Manhã Tropical

Das 07:00 às 08:00

No comando: Sábado Milionário

Das 07:00 às 12:00

No comando: Show da Manhã Tropical

Das 08:00 às 12:00

No comando: Tropical Jovem Mix 1º Edit

Das 12:00 às 13:00

No comando: Sucesso dos Bairros

Das 13:00 às 16:00

No comando: Tropical Jovem Mix 2º Edit

Das 16:00 às 18:00

No comando: Funk Das Antigas

Das 18:00 às 19:00

No comando: Só as Melhores Tropical

Das 18:00 às 19:00

No comando: Maratona Tropical

Das 19:00 às 20:00

No comando: Buttecu`s Vitalino

Das 20:00 às 21:00

No comando: A Voz do Brasil

Das 21:00 às 22:00

No comando: Galera Tropical

Das 22:00 às 00:00

No comando: Recordações Tropical

Das 22:00 às 00:00

Rodoviários cruzam os braços e ônibus ficam na garagem pelo segundo dia consecutivo

A previsão é que seja realizada uma reunião, por meio de vídeo conferência, ainda nesta terça.

Pelo segundo dia consecutivo, motoristas e cobradores da Viação Tabuazeiro, que opera o sistema municipal de transporte público em Vitória, realizaram uma manifestação. No início da manhã desta terça-feira (23), mais uma vez, nenhum veículo saiu da garagem, prejudicando algumas linhas do sistema.

Segundo informações do Sindicato dos Rodoviários, os funcionários da empresa em questão estão com os salários atrasados há três meses, sendo que o auxílio alimentação está há dois sem pagamento. O sindicato ainda afirma que já há um histórico de atrasos nos pagamentos, que ficou ainda pior com o início e avanço da pandemia.

A previsão é que seja realizada uma reunião, por meio de vídeo conferência, ainda nesta terça, com a Secretaria de Transportes de Vitória para tratar do assunto.

Na tarde de segunda (22), a Prefeitura de Vitória informou, por meio de nota, que estuda medidas complementares às já tomadas anteriormente para ajudar tanto a empresa quanto os trabalhadores. O órgão destaca que já repassou, como antecipação de crédito, meio milhão de reais relativos aos vales-transporte dos servidores e buscará, ainda, em conjunto com as empresas e representantes dos funcionários uma solução.

Em abril deste ano, os funcionários paralisaram as operações por quase duas semanas, revindicando o pagamento dos salários e auxílio alimentação. Na ocasião, 100% da frota do sistema municipal chegou a ficar sem operação por alguns dias.

+SORTEIO DE 1 REFIL DE GÁS + 1 CESTA BÁSICA 

 

Deixe seu comentário: