Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Preso por arrastar cachorro diz que queria sacrificar o animal por 'parecer estar com fome e doente' - Rádio Tropical 103,7 FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 27 995251037

No comando: Tropical Jovem Mix 2º Edit

Das 17:00 às 19:00

No comando: Funk Das Antigas

Das 19:00 às 20:00

No comando: Maratona Tropical

Das 07:00 às 08:00

No comando: Sábado Milionário

Das 07:00 às 12:00

No comando: Show da Manhã Tropical

Das 08:00 às 12:00

No comando: Tropical Jovem Mix 1º Edit

Das 12:00 às 13:00

No comando: Sucesso dos Bairros

Das 13:00 às 16:00

No comando: As Mais Pedidas

Das 16:00 às 17:00

No comando: Galera Tropical

Das 20:00 às 21:00

No comando: A Voz do Brasil

Das 21:00 às 22:00

No comando: Recordações Tropical

Das 22:00 às 00:00

Preso por arrastar cachorro diz que queria sacrificar o animal por ‘parecer estar com fome e doente’

O motorista de um carro flagrado por câmeras de videomonitoramento arrastando um cachorro até a morte, em Jaguaré, no norte do estado, prestou depoimento à Polícia Civil, nesta terça-feira (13), e explicou o motivo que o levou a cometer tal ato. De acordo com o chefe da 18ª Delegacia Regional de São Mateus, delegado Leonardo Malacarne, o homem, de 32 anos, alegou que sua intenção era sacrificar o animal, já que, segundo o suspeito, ele aparentava estar doente e com fome.

Ainda de acordo com o delegado, o homem, que não teve a identidade revelada pela polícia, contou que encontrou o cachorro na rua e resolveu sacrificá-lo, amarrando-o em seu carro. Para isso, ele usou uma corda de varal que guardava no veículo.

 crime foi registrado por câmeras de segurança de um condomínio localizado no centro de Jaguaré. As imagens mostram o veículo do suspeito passando pela rua arrastando o cão, amarrado à traseira do carro. O animal tenta, mas mal consegue acompanhar a velocidade do veículo.

Cerca de meia hora depois, outro vídeo mostra o cachorro já morto. O motorista desce, pula por cima do animal e corta a corda que o prendia. Em seguida, entra no veículo e vai embora. Ele ainda volta para verificar se o animal está morto.

O caso foi denunciado por Suely Izabel Dalvi, presidente de uma ONG que resgata animais abandonados. Ela recebeu as imagens de videomonitoramento pelas redes sociais, na noite de segunda-feira (12), logo depois do crime.

Suely conta que ficou chocada e revoltada com a cena. “Em pleno feriado do Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida foi flagrada pelas câmeras de segurança de uma residência no centro de Jaguaré essa barbaridade. É uma crueldade do ser humano. Imagine o que esse cachorro não passou, sendo enforcado, arrastado vivo. Então que sirva de exemplo para as outras pessoas terem um cuidado maior e respeitar os animais da forma que eles merecem ser respeitados”, lamentou.

A presidente da ONG conta que o animal vivia na rua e era conhecido na cidade. Disse ainda que ele recebia água e comida de moradores e comerciantes. “O animal é um ser inocente, não tem maldade. Eu não sei o porquê, o que motivou ele a fazer esse crime. Então ele tem que responder sim”, afirmou.

Na manhã desta terça, enquanto Suely fazia o boletim de ocorrência, o suspeito, que estava na casa de amigos em Jaguaré, passando o feriado, apareceu na delegacia procurando ajuda. Ele acabou detido. “A população esvaziou os pneus do carro dele para ele não fugir. Por medo de ser linchado ou apanhar, ele procurou ajuda e acabou parando na delegacia”, disse a presidente da ONG.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia Regional de São Mateus, onde foi autuado pelo crime de maus-tratos aos animais. Como a pena é de 2 a 5 anos de reclusão, não cabe fiança.

Até o mês passado, a pena por maltratar cães e gatos era mais branda. O suspeito assinava um termo circunstanciado e era liberado. No entanto, no dia 30 de setembro, a lei sofreu uma importante alteração. “Agora, sendo a pena de 2 a 5 anos de reclusão, a pessoa pode ficar presa. Antigamente a lei era de 1 a 3 anos de detenção”, explicou o advogado criminalista André Rocha.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi preso em flagrante e passará por uma audiência de custódia no Centro de Detenção Provisória.

Com informações da jornalista Andressa Missio, da TV Vitória/Record TV

Deixe seu comentário: