Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

“Monstruosidade sem limites”, diz pai de Lázaro, criminoso procurado há 10 dias em Goiás

Em entrevista à Record TV, o pai de Lázaro Barbosa, Edenaldo Barbosa pediu desculpas aos familiares e amigos das vítimas que morreram ou sofreram algum dano por parte do filho. O trabalho de buscas pelo “Serial Killer do DF”, nome pelo qual Lázaro ficou conhecido nacionalmente, completa 10 dias nesta sexta-feira (17).

Atualmente, as buscas por Lázaro estão concentradas na região de Cocalzinho de Goiás, em Goiás, e contam com a atuação de mais de 200 policiais.

O rapaz é acusado de matar, a tiros e facadas, três pessoas na zona rural de Ceilândia no último dia 9 de junho. Os mortos eram Cláudio Vidal de Oliveira, de 48 anos, e os filhos Gustavo Marques Vidas, de 21 anos, e Carlos Eduardo Marques Vidal, de 15 anos.

Notícias falsas

A operação está sendo comandada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-GO) e de acordo com o chefe da pasta, Rodney Miranda, além da habilidade de Lázaro em se esconder e fugir, as equipes estão lidando com outro problema: as fake news sobre o assunto, algo que tem atrapalhado as investigações.

“É um problema sim. Não só essa fake news [de que Lázaro estaria em um cemitério], como outra de que ele já havia sido baleado, que já estava morto. Tudo isso atrapalha, porque não só a nossa Inteligência, como as unidades de operação, tem que checar. Às vezes a gente deixa de atender mais rapidamente uma informação procedente, para atender uma que não tem relevância”, ressaltou Miranda.

Ainda de acordo com o secretário Rodney Miranda, o objetivo da força-tarefa é impedir que o suspeito, considerado de alta periculosidade, faça novas vítimas.

 “Ele não vai se entregar, conhece a região como ninguém, principalmente as grotas, e tem um poder de mobilidade muito grande. Nós estamos lidando com um psicopata, uma pessoa que, se puder, vai ter reféns e vai matar. Então a nossa intenção é não deixar ele fazer mais vítimas”, afirmou.

Outros crimes

Lázaro Barbosa Sousa é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no Distrito Federal, além dos crimes em Goiás. Nos últimos dias, o indivíduo invadiu propriedades rurais da região do entorno, fez três pessoas reféns e baleou outras quatro, entre elas, um policial militar.

O PM, atingido de raspão, chegou a ser levado ao Hospital de Urgência de Anápolis (Huana), mas já está em casa. O indivíduo possui condenação por homicídio, na Bahia e também é procurado no Distrito Federal e em Goiás por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

Deixe seu comentário: