Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Imposto de Renda 2022: mais de 200 mil capixabas ainda não fizeram declaração

Faltando 15 dias para o fim do prazo da entrega da declaração do Imposto de Renda 2022, cerca de 206.005 capixabas ainda não enviaram o acerto de contas com o Leão. Segundo dados da Receita Federal, divulgados na manhã desta segunda-feira (16), no Espírito Santo já foram recebidas 423.995 declarações. São esperadas 630 mil.

O prazo finaliza às 23h59, horário de Brasília, no próximo dia 31 de maio, uma terça-feira. Este ano, a data foi prorrogada, pois, antes, os contribuintes teriam até 29 de abril.

Também foram prorrogados para o fim de maio os prazos relativos à declaração de Imposto de Renda de quem saiu do país e da declaração de espólio.

Já as restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração. Elas começarão a ser pagas no fim de maio e vão até setembro – são cinco lotes de pagamento, um por mês.

A estimativa da Receita Federal é que sejam entregues este ano, no país, cerca de 34,1 milhões de declarações. Quem é obrigado a declarar e não o fizer, ou enviar fora do prazo, terá que pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74, e, no máximo, o correspondente a 20% do imposto devido.

Quem é obrigado a declarar

É obrigado a declarar o Imposto de Renda, em 2022:

– Quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado. É bom não esquecer que o auxílio emergencial é considerado rendimento tributável;

– Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado;

– Quem obteve, em qualquer mês de 2021, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;

– Quem teve, em 2021, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;

– Quem tinha, até 31 de dezembro de 2021, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;

– Quem passou para a condição de residente no Brasil em qualquer mês e se encontrava nessa condição até 31 de dezembro de 2021;

– Quem teve isenção de imposto sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias.

Como preencher e entregar a declaração

A Receita Federal informa que as declarações podem ser feitas e também entregues por meio do programa gerador do Imposto de Renda 2022, referente ao ano-base 2021. O programa está disponível no site da Receita na seção Meu Imposto de Renda. Ele tem versões disponíveis para computador e celular.

O preenchimento em dispositivos móveis, no entanto, não pode ser feito em alguns casos: contribuintes que tenham recebido rendimento tributável ou não superior a R$ 5 milhões em 2021; do exterior; relativo à recuperação da parcela isenta da atividade rural ou correspondente a lucro em venda de imóvel residencial para aquisição de outro imóvel.

Deixe seu comentário: