Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

DJ Ivis é demitido de produtora após vídeos de agressões contra ex-mulher em Fortaleza

Xand Avião anunciou que DJ Ivis não faz mais parte da Vybbe. A saída do escritório que administra as carreiras de Xand, Zé Vaqueiro, Nattan e Priscila Senna acontece após a divulgação dos vídeos que mostram DJ Ivis agredindo a ex-mulher Pamella Holanda .

“Não admito nem compactuo com nenhum tipo de violência, ainda mais com uma mulher. Nada explica, não tem explicação”, afirmou o cantor.

Após a divulgação dos vídeos, Ivis soltou um comunicado dizendo que ele e Pamella não viviam “uma relação saudável há algum tempo”. Em uma série de vídeos divulgados em suas redes sociais, o músico confirmou as agressões e disse que vinha sendo ameaçado, sem detalhar como.

Inicialmente, a Vybbe havia anunciado que o artista tinha sido “afastado de todos os compromissos”, mas, horas depois, Xand confirmou o desligamento do cantor (leia nota no final da reportagem).

Ivis é produtor de Xand Avião desde a época do Aviões do Forró e, neste ano, se lançou como artista, tendo sucesso nacional com músicas como “Volta Bebê, Volta Neném” e “Esquema Preferido”.

Nome forte do forró de teclado, Ivis também produziu o primeiro álbum de Zé Vaqueiro, que estourou com “Letícia”, e tem músicas gravadas por diversos artistas como Barões da Pisadinha e Eric Land.

Xand ainda garantiu que a equipe da Vybbe vai prestar todo o apoio necessário a Pamella e à filha do ex-casal.

Agressões na frente da filha

Vídeos gravados por câmera de segurança interna mostram DJ Ivis agredindo a ex-mulher na frente da filha e de outras duas pessoas, uma é a mãe de Pamella e a outra é um homem chamado Charles, que, de acordo com Ivis, foi trazido da Paraíba para Fortaleza para ajudar o artista. Ainda não há confirmação se Charles é apenas amigo ou funcionário de DJ Ivis.

Não é possível identificar os dias em que as agressões aconteceram, mas a vítima, Pamella Holanda, compartilhou as imagens em rede social neste domingo (11).

Além dos vídeos, Pamella postou fotos de como o seu rosto ficou após as agressões. Depois disso, ela não comentou mais o caso nas redes sociais.

G1 tentou contato com Pamella Holanda, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem. A arquiteta e influenciadora fez um Boletim de Ocorrência contra o ex-marido há pouco mais de um mês.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSPDS), Pamella registrou ocorrência de lesão corporal no âmbito da violência doméstica em 3 de junho, no Eusébio, município da Região Metropolitana de Fortaleza.

O inquérito policial foi instaurado, mas não foi possível prender Ivis em flagrante, porque as agressões ocorreram no dia 1º, segundo o órgão público. O G1 ainda não conseguiu acessar o documento.

A Polícia Civil solicitou ao Poder Judiciário medidas protetivas de urgência em favor de Pamella.

Também disse  que o caso seguirá em investigação, mas que a polícia ainda não tinha sido apresentada às filmagens das agressões divulgadas neste domingo.

Deixe seu comentário: