Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Ana Maria Braga é condenada na Justiça após dívida ser exposta: “Falência”

Ana Maria Braga tem nome citado em processo de justiça

A apresentadora do programa matutino da Globo, Mais Você, Ana Maria Braga acabou entrando numa saia justa, por conta de um IPTU. Sendo assim, a prefeitura do estado de São Paulo entrou com um processo de execução fiscal contra a artista do canal carioca.

Dessa forma, segundo informações do site Natelinha, o imposto cobrado é sobre uma propriedade que não pertence mais a famosa, desde o ano de 2017. No entanto, a comunicadora acabou sendo processada pela prefeitura de São Paulo, pela não quitação da dívida no valor de R$ 20 mil.

A assessoria de Ana por meio de nota, explicou que a apresentadora não possuía mais aquele imóvel, localizado no Jardim Europa, São Paulo. E que há mais de quatro anos, a loira residente em outra casa da cidade.

Ainda sobre a matéria

Sendo assim, o nome da apresentadora só apareceu na ação judicial, pelo fato do atual proprietário não ter realizado todos os tramites legais da transferência de escritura. Então, Ana Maria Braga não deve nenhum real aos cofres públicos.

Vale destacar que o documento acabou sendo emitido pela Vara das Execuções Fiscais Municipais da Justiça de São Paulo no último dia 15. No documento pedia para a proprietária, Ana Maria, fosse avisa do débito em questão, e a partir do recebimento teria cinco dias para realizar o pagamento.

“Cite-se o executado para que, no prazo de 5 (cinco) dias. Pague o débito. Cujo valor deverá ser corrigido monetariamente até a da ta do efetivo pagamento. Acrescido de multa, juros, honorários advocatícios (ora fixados em 10%). E custas e despesas processuais, ou, em igual prazo. Ofereça bens à penhora, sob pena de serem penhorados. Tantos bens quantos bastem para a garantia da execução.”, ordenou a justiça.

Além disso, vale novamente informar que a apresentadora da TV Globo não é mais a proprietária da residência no Jardim Europa, sendo assim, não precisa assumir dívida.

Deixe seu comentário: